Missa de Nossa Senhora da Salette

Missa de Nossa Senhora da Salette

0

19 de setembro

Missa de Nossa Senhora da Salette

“A VIRGEM MARIA, MÃE DA RECONCILIAÇÃO”

B (286)

 

Antífona de Entrada:

O Senhor é clemente e compassivo, paciente e cheio de bondade. O Senhor é bom para com todos, e a sua misericórdia se estende a todas as criaturas.

Ou:

Ave, cheia de graça! Sois invocada pelos pecadores como Virgem clemente, porque olhais para a nossa miséria com misericórdia!

 

Oração Coleta:

Deus de misericórdia, que, pelo Sangue precioso do Vosso Filho, reconciliastes o mundo convosco e constituístes Sua Mãe, a Virgem Maria, junto à cruz, Reconciliadora dos pecadores, concedei-nos por sua intercessão, o perdão dos nossos pecados. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Oração sobre as Oferendas:

Nós Vos oferecemos, Senhor, este sacrifício de reconciliação e de louvor e humildemente Vos pedimos, pela intercessão da Virgem Maria, refúgio dos pecadores: perdoai benignamente os nossos pecados e conduzi os nossos corações vacilantes. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco, na unidade do Espírito Santo.

 

 

 

Prefácio: – A Virgem Maria, refúgio dos pecadores e mãe da reconciliação

V. O Senhor esteja convosco.

R. Ele está no meio de nós.

V. Corações ao alto.

R. O nosso coração está em Deus.

V. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

R. É nosso dever, é nossa salvação.

Deus eterno e onipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação dar-Vos graças e proclamar as vossas maravilhas, sempre e por todas as coisas. Pela vossa imensa bondade, não abandonais os que andam transviados, mas de muitos modos os chamais, para os reconduzir ao vosso amor. Destes à Virgem Maria, isenta de todo o pecado, um coração misericordioso para com os pecadores: a eles, confiando no seu amor materno, nela se refugiam, implorando o vosso perdão; ao contemplar a sua espiritual beleza, esforçam-se por abandonar a fealdade do pecado, e, ao meditar nas suas palavras e exemplos, sentem-se chamados a cumprir os mandamentos do vosso Filho. Por isso, com a multidão dos Anjos, que adoram a vossa majestade e se alegram eternamente na vossa presença, proclamamos a vossa glória, cantando (ou dizendo) numa só voz: – Santo, Santo, Santo…

Antífona da Comunhão:

Grandes coisas se dizem de vós, ó Virgem Maria, porque de Vós nasceu o sol da justiça, Cristo, nosso Deus.

Oração depois da Comunhão:

Senhor, que nos alimentastes com o Corpo e o Sangue do vosso Filho, sacramento da nossa reconciliação convosco, concedei-nos, pela intercessão da Virgem Santa Maria, a graça da vossa misericórdia e o prêmio da redenção eterna. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco, na unidade do Espírito Santo.

+++++++++++++

 

Fonte bibliográfica:COLETÂNEA DE MISSAS DA VIRGEM SANTA MARIA – MISSAL, Congregação Para o Culto Divino – Conferência Episcopal Portuguesa -  15 de agosto de 1997  -  p. 85-88  -  G. C. Gráfica de COIMBRA Ltda., Portugal. 

 

 

19 de setembro

LECIONÁRIO DA MISSA de NOSSA SENHORA da SALETTE

“A VIRGEM MARIA, MÃE DA RECONCILIAÇÃO”

 

1ª Leitura:  – Livro do Gn. 9, 8-17 :  Deus estabelece aliança com os homens.                               

 “Deus disse a Noé e a seus filhos: – “De minha parte, vou estabelecer minha aliança convosco e com a vossa descendência, com todos os seres vivos que estão convosco, aves, animais domésticos e selvagens, enfim com todos os animais da terra que convosco saíram da arca. Faço convosco a minha aliança: nenhuma vida animal será novamente exterminada pelas águas de um dilúvio e já não haverá dilúvio para devastar a terra”. E Deus disse: – “Este é o sinal da aliança que estabeleço entre mim e vós e todos os seres vivos que estão convosco, por todas as gerações que virão. Ponho meu arco nas nuvens, como sinal de minha aliança com a terra. Quando cobrir de nuvens a terra, aparecerá o arco-íris. Então eu me lembrarei de minha aliança convosco e com todas as espécies de seres vivos, e as águas não virão mais como dilúvio para destruir a vida animal. Quando o arco-íris estiver nas nuvens, eu o olharei como recordação da aliança eterna entre Deus e todos os seres vivos, com todas as criaturas que existem sobre a terra”. Deus disse a Noé: – “Este é o sinal da aliança que estabeleço entre mim e todas as criaturas que existem na terra”.  – Palavra do Senhor…

Salmo responsorial: – Salmo 102 (103), 1-4.8-9.13-14.17-18

Refrão: Bendiz, ó minha alma, o Senhor. (Ou: Ó, minha alma, louva o Senhor).           

Bendiz, ó minha alma, o Senhor, e todo o meu ser bendiga o seu nome santo.

Bendiz, ó minha alma, o Senhor e não esqueças nenhum de seus benefícios. Refrão.

Ele perdoa todos os teus pecados e cura as tuas enfermidades.

Salva da morte a tua vida e coroa-te de graça e misericórdia. Refrão:

O Senhor é clemente e compassivo, paciente e cheio de bondade.

Não está sempre a repreender, nem guarda ressentimento. Refrão:

Como o pai se compadece de seus filhos, o Senhor Se compadece dos que O temem.

Ele sabe de que somos formados e não esquece de que somos pó da terra. Refrão:

A bondade do Senhor permanece eternamente sobre aqueles que O temem e a sua

justiça sobre os filhos de seus filhos, sobre os que guardam sua aliança. Refrão.

2ª Leitura: da 2ª Cor 5, 17-21: – “Nós vos pedimos em nome de Cristo: reconciliai-vos com Deus”.

“Irmãos: – Se alguém está em Cristo, é uma nova criatura. As coisas antigas passaram; tudo foi renovado. Tudo isto vem de Deus, que por Cristo nos reconciliou consigo e nos confiou o ministério da reconciliação. Na verdade, é Deus que em Cristo reconcilia o mundo consigo, não levando em conta as faltas dos homens e confiando-nos a palavra da reconciliação. Nós somos, portanto, embaixadores de Cristo; é Deus quem vos exorta por nosso intermédio. Nós vos pedimos em nome de Cristo: reconciliai-vos com Deus. A Cristo, que não conhecera o pecado, Deus identificou-O com o pecado por causa de nós, para que em Cristo nos tornemos justiça de Deus”.  – Palavra do Senhor.

Aclamação ao Evangelho: – cf. Gn 9, 17.

Refrão: Aleluia  (bis)

A Cruz de Cristo é sinal da aliança que estabeleci com tudo o que vive sobre a terra.

Refrão:

Evangelho: – Jo 19, 25-27 :  – “Eis o teu filho… Eis a tua Mãe”.

+ Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João.

Naquele tempo, estavam junto à cruz de Jesus sua Mãe, a irmã de sua Mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena. Ao ver sua Mãe e o discípulo predileto, Jesus disse a sua Mãe: – “Mulher, eis o teu filho”. Depois disse ao discípulo: – “Eis a tua Mãe”. E a partir daquela hora, o discípulo recebeu-a em sua casa”.

 Palavra da Salvação.

 

 

 

 

 

 

++++++++++++++++++++++++

Fonte bibliográfica: – “COLETÂNEA de MISSAS da VIRGEM SANTA MARIA”LECIONÁRIOCongregação para o Culto Divino – Conferência Episcopal Portuguesa – pg. 74-76 – G. C. Gráfica de Coimbra Ltda., COIMBRA, Portugal, 15 de agosto de 1997.

Obs. - A “COLETÂNEA de MISSAS” traz, para a Missa da “Virgem Maria, Mãe da Reconciliação”, como única Leitura, a de 2 Cor 5, 17-21. Preserva-se aqui, porém, segundo a tradição da Liturgia da Salette aprovada pela Sagrada Congregação do Culto Divino a 25 de junho de 1976, como 1ª Leitura, o texto de Gn 9, 8-17, seguida da Leitura de 2  Cor 5, 17-21. O texto de Gn 9, 8-17 é da Bíblia da Editora VOZES. 

 

 

 

 

Envie sua Mensagem